Blogagem coletiva : Repensando sobre Portadores de Necessidades Especiais

06 fevereiro 2011

Participar desta blogagem coletiva me acrescentou em todos os sentidos. Li textos maravilhosos, conheci blogs incriveis. 
No entanto, estou hoje aqui para recomendar o post do Alexandre, do blog Lost in Japan. Seu texto relativo a blogagem coletiva é um convite a reflexão sobre a condição que impomos aos portadores de necessidades especiais "de pobres coitados que se tornam herois pelo simples fato de buscar a melhor forma de viver e conviver com o mundo".
Se o assunto te interessa, leia. Caso contrario, leia para entender.




http://lostinjapan.portalnippon.com/2011/02/deficientes-e-o-preconceito-as-avessas.html

4 comentários:

Pandora disse...

Realmente Marcia, essa blogagem dividiu águas para mim em relação a esse assunto, me sinto muito mais preparada para tratar desse tema, aprendi muitoooo mesmo!!! O post do Alexandre foi PERFEITO, com letras maiusculas mesmo para dar a enfase merecida!!! Assim eu me emocionei em alguns momentos, refleti em outros, cresci um pouco a cada post!!!

Uma vez mais obrigada por sua participação!

zezinha-pontog disse...

Ola,querida Marcia.
Tenho vivido a minha vida inteira com uma pessoinha querida que tem sidrome e dawn,o meu irmao mais jovem.Ele e alegre,inteligente aos extremos,viaja e da no em pingo dágua.Atualmente esta nos EUA,onde foi sozinho encontrar nossa irma,que esta surpresa pela sua autonomia e jeito de ser.Ser diferente e ter uma deficiencia nao pode mais ser considerada como limitaçao,visto que as pessoas que tem capacidades limitadas estao se superando.Ja e tempo de nos,"os normais",enxergarmos e dar oportunidades a essas pessoas,ditas incapacitadas pela sociedade.Eu amo muito meu irmao,sempre querido e afavel,nao gosto desse tipo de preconceito.Gde beijo..Zenaide storino.

Luciana Macêdo disse...

Obrigada pela dica, vou passar no blog para ler o conteúdo do texto.
Bjs!
Lu

Faniquito disse...

Oii, amiga !!!

E eu muito interessada no assunto fui lá no blog do seu amigo e ...adorei. Faço um trabalho voluntário há alguns anos com deficientes visuais e conheço bem esse universo.Lá nós trabalhamos pela independencia total deles...ninguém é coitadinho ou qualquer "inho" que seja, muito pelo contrário.Confesso que a principio pensei que fosse ensinar algo a eles mas aprendi muito mais do que podia imaginar.hehehe

Beijinhos

Ana

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB