Primeiro dia de aula: Dicas para mamães desesperadas...

29 janeiro 2011

Pois é, a mamata acabou, ou melhor, ta acabando...Quarta-feira retorno à escola para os preparativos e na quinta conheço meus aluninhos. 
Claro que to ansiosa, até mesmo pq sei o que me aguarda...
Choro, muito choro...Não so das crianças, ta? 
É muito comum as mamães sairem (quando saem) com lagrimas nos olhos, pois para a  maioria é a primeira grande separação de seus filhotes... É dificil para ambos, afinal as mamães ainda não confiam inteiramente na escola e nos professores e as crianças não entendem muito oque esta acontecendo. Para eles, por mais que sejam preparados durante meses por alguns pais não adivinham o que sera  a escola. Para eles sera  so mais um passeio, como ir ao parque, ao aniversario do coleguinha, a casa da vovó. A mãe é onipresente, ou no minimo ela pode contar sempre com a presença de alguem familiar.
E de repente, essa tal de escola não é nada daquilo que ela imagina...Nem para as crianças e nem para as mamães... Afinal, entregar seu filho para estranhos é doloroso pra algumas...Poucas lidam com essa situação com tranquilidade.

Nós, professoras, nem sempre temos a oportunidade de conversar com a familia antes do primeiro dia de aula. Em algumas escolas acontece uma reunião para que os pais conheçam os professores e demais membros da escola, mas na minha não, infelizmente. Geralmente entrego para mamaes e papais desesperados uma lista com algumas dicas que podem aliviar um pouco a ansiedade e o panico
Então, se voce é mamae e seu filhote vai pra escola pela primeira vez, fique atenta a essas dicas:



 
Escolha a escola de seu filho com cuidado. Caso só tenha uma opção, visite a escola antes, pergunte a outros pais que ja tem crianças la, não economize perguntas, por mais bobas que sejam. O que acontece muitas vezes é que a maioria não conhece a rotina e as regras da escola e acabam criando expectativas que não poderão se concretizar. Ex: algumas escolas não permitem que as crianças levem lanches de casa. Não adianta comprar uma lancheira linda, encher de guloseimas que não poderão ser consumidas pela criança na escola.
 
Evite demonstrar suas inseguranças na frente da criança. É normal desconfiar no inicio(sera que essa professora vai cuidar bem do meu filho), mas se ele achar que voce não confia no local onde esta deixando-o, ele não vai confiar, entendeu? E ai a adaptação sera ainda mais dificil. Se tem alguma duvida especifica, evite ser muito direta na frente de seu filho. De preferencia, marque um horario com a professora, pois as crianças entendem sim, o que esta acontecendo. Se voce falar mal da escola na frente dela, não espere respeito ou confiança da parte dela. Eles aprendem atraves de exemplos. Agora, se voce não confia de jeito nenhum na escola, não matricule seu filho la, ok?

Fonte


 
Caso a criança tenha um paninho, chupeta, brinquedo especial, deixe-o levar para a escola. Um objeto conhecido com certeza ajudara a se sentir segura.Se seu filho tem habitos como dormir em determinado horario, avise a professora para que ela possa entender o comportamento de seu filho. A mãe entende cada choro, mas a professora esta apenas conhecendo-o.E nem pense em aproveitar o momento para tirar a fralda ou a chupeta. A escola ja é uma grande mudança, outra só irá deixa-la ainda mais angustiada, uma coisa de cada vez.Seja forte.
 
O choro sera normal na hora da entrada e da saida e na maioria das vezes, depois de um tempo, a criança para de chorar antes da mãe chegar ao portão. Algumas ficam escondidas pra confirmar isso, mas não se sinta ridicula, ok? Voce não é a primeira nem a ultima mãe que faz isso. Mas não deixe seu filho te ver depois de se despedir, caso contrario...Choro. Na despedida, seja tranquila, sem dramas ou perguntas como: Voce não vai chorar, ne? Diga tchau e reforce que logo estara de volta. Nesse momento va, sem demonstrar que por dentro esta de coração partido, louca pra pegar seu filhote e voltar pra casa.Geralmente a criança para de chorar, se distrai, brinca, mas quando chega a hora da saida, chora quando ve a mamãe novamente.É a emoção do reencontro, felicidade, não quer dizer que ele chorou o tempo todo. Depois de um tempo ele vai confiar que voce vai retornar para busca-lo, por isso, não se atrase na hora da saida, de jeito nenhum! 
 
É importante a criança estar inserida em uma ROTINA, pois isso acelera a adaptação. De nada adianta deixar a criança faltar por que chorou muito em um dia e querer que amanhã ela não chore...Isso não vai acontecer, por isso, evite faltas nas primeiras semanas.
 
É comum a criança apresentar comportamentos diferentes em casa nos primeiros dias de adaptação a escola, principalmente em relação ao sono e alimentação. Entenda, a rotina dela mudou completamente, uma nova atividade foi inserida, e que toma boa parte do seu dia. Se ela se alimentar com o lanche oferecido pela escola é normal chegar em casa sem fome, recusar o lanchinho que a mamãe preparou, ou então devorar tudo assim que chega. Algumas crianças se recusam a comer na escola nos primeiros dias, uma especie de manifestação inconsciente de que não quer ficar ali. É questão de tempo, logo fara parte da rotina. Mas se a duvida persistir, fale com  a professora. 
 

Fonte


Pergunte a ela o que fez na escola (mesmo que não entenda nada, ok?), o que comeu, do que brincou, com quem brincou. Ela acreditara que a escola é um lugar legal se a familia se interessar pelo tempo que ela passa la.Fique atenta aos sinais que seu filho apresenta e cuidado com as conversas de portão que ocorrem entre as mães. Cada criança tem um ritmo proprio de adaptação, que depende da personalidade, do comportamento da familia e outros fatores. É importante ter informações com outros pais, mas nem tudo se aplica a todas as crianças. No entanto, aproveitem para dar apoio uns aos outros, afinal, todos estão passando por um periodo de adaptaçao.
 
E seja paciente, este é apenas o primeiro grande desafio da vida da criança, mostre a ela que é capaz, motive-a, afinal, a convivencia em grupo auxilia no amadurecimento, na capacidade de lidar com diferenças. Aceite que ela esta crescendo e faça sua parte apoiando-a.

4 comentários:

Paula... disse...

Que boas dicas Marcia, nao tive problemas com minhas filhas, só comigo...rs. Com a primeira quase morri do coração, mas com a segunda foi bem tranquilo, mesmo pq eu já conhecia bem a escola e todas as regras.
E que venham mais dicas!

Abraço.

Ana Paula disse...

Marcia,
Que belezura de post Marcia!
Se todos (professores) fossem iguais a você...
Bjs.

Fabiana Tardochi disse...

Oi Márcia! Nunca tive problemas com meus filhos. Eles se adaptaram muito bem as escolas que frequentaram, então eu saia tranquila. Quarta feira é minha irmã que vai enfrentar essa situação. Duda vai para a escola.
Bjs

Larissa disse...

ouuun, mas q da uma dó daa né...
ameeei as fotoos!!
logo logo sera euu hahaha

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB